web analytics
Oct 042011
 
Encuentros alados en Lisboa

Se trata de una nueva exposición del pintor Roberto Chichorro, en el MAC de Lisboa. La inauguración tendrá lugar el 4 de octubre, MAC (Av. Álvares Cabral, 58/60), Lisboa.   Apresentação da Obra por Álvaro Lobato de Faria Aqui, tudo se passa à noite. Antes, durante ou depois de uma festa que se arrasta pelas horas, as noites não contemplam períodos de descanso. Aumentam as batidas da música e do coração e nem a visão fica diminuída, iluminados que surgem homens e bichos, numa luxúria cromática de extraordinária força lírica. Luares radiantes, cúmplices e confidentes, que encerram segredos de conquistas e namoros clandestinos, apadrinhados pelo universo ancestral do animismo africano, repleto de criaturas oníricas. Nestas festas, os sons parecem romper os limites da tela e não existe tristeza. Serestas e serenatas, luzes, cores e perfumes são ingredientes constantes que Roberto Chichorro utiliza como garante de sedução. E múltiplas são as personagens e os seus mistérios. Inebriantes. Repletas de paixão e erotismo incendiários. Mulatas que sonham, maquilhadas de muciro e pó de arroz, que se aprontam para a festa, que se insinuam ou se ajeitam à janela. E esperam… cativas de amor. Os homens agitam-se, os bichos também. Cabras e gatos e bodes e peixes e burros e cães namoradeiros, e os outros, que não sabemos quem são, mescla de fábulas e recordações. Tocadores de viola, de flauta, de piano. Homens-lua, conquistadores. E os pássaros. Beija-flor ou papagaios de papel. Intermediários entre céu e terra, entre mulheres e homens, polinizadores que segredam recados, com morada voluntária […]

Jul 052011
 
Niram Art galardonada en Lisboa

La Revista Niram Art ha sido premiada por su labor de periodismo cultural con el Trofeo MAC Prensa. Presentes en Lisboa, el director Fabianni Belemuski y el fundador Romeo Niram han recibido el Trofeo, pieza escultórica de Santos Lopes, ofrecido por Alvaro Lobato de Faria (dir. coord MAC) y Zeferino SIlva (dir. MAC). Martes, el 28 de Junio del 2011, tuvo lugar en Lisboa la Entrega de los PREMIOS MAC2011 que marcan el 17º Aniversario del MAC – Lisboa (Movimiento Arte Contemporáneo).   Instituidos por primera vez en 1997, los premios tienen como objetivo estrechar los lazos entre los diversos agentes y prácticas artísticas, representaciones, expresiones, conocimientos y habilidades – y  los espacios asociados a ellas – las instituciones, los medios de comunicación, grupos o individuos que a lo largo de cada año participan más activamente en la producción, promoción y difusión cultural, el enriquecimiento del panorama artístico nacional e internacional.  

Jun 172011
 
MAC 17º Aniversario celebrado en Lisboa

El MAC de Lisboa (Movimiento de Arte Contemporáneo) celebra su 17º aniversario con la inauguración de una exposición colectiva que junta pintura, escultura y joyería y la entrega de los Trofeos MAC 2011,

Apr 062011
 
HILÁRIO TEIXEIRA LOPES pintura portuguesa, MAC, Lisboa

Exposição de pintura de Hilário Teixeira Lopes, Em Tempo de Criatividade A Expressão de Sentimentos, a realizar no MAC em Lisboa (Av. Álvares Cabral, 58/60), de 3 a 27 de Maio de 2011. Más Info: http://www.movimentoartecontemporanea.com/exposicoes/129/ EM TEMPO DE CRIATIVIDADE A EXPRESSÃO DE SENTIMENTOS Hilário Teixeira Lopes é um pintor inquieto, passando por períodos estéticos diversos, desde a abstracção à figuração, do expressionismo à nova-figuração, tendo sempre presente um forte sentido geométrico nas suas composições. Quando em 1965, ganha o Prémio Amadeo de Souza-Cardoso – o mais importante prémio de pintura instituído em Portugal na altura – a sua obra começou a evoluir num sentido cromático pleno de intensidade expressiva, em que os volumes são rigidamente definidos em cores planas e o movimento é dado por múltiplas dicotomias, entre planos e espaços. Esta evolução culmina em 1969, quando o quadro “Rugby”, conquista o Primeiro Prémio de Pintura na II Bienal Internacional de Desporto em Belas Artes (Madrid). Nessa ocasião, toda a crítica madrilena foi unânime em reconhecer a justiça do prémio e em verificar que o pintor português era incontestavelmente um dos casos mais promissores da pintura contemporânea. O galardão conquistado confere novos estímulos ao pintor que rapidamente começa a trabalhar na procura de uma solução pictórica, coerente com a sua produção anterior, mas que agora se apresentava plena de qualidades matéricas, onde a exaltação da cor é dada por matizes diversos: da sua paleta explodem as cores quentes do sol e da terra, do sangue dos homens e do azul sideral dos astros. Na […]

Nov 012010
 
Pintura de Luisa Noguiera, MAC Lisboa

O MAC – Movimento Arte Contemporânea anuncia  a exposição de pintura de Luisa Noguiera “Entre Bichos”, a ter lugar entre 2 – 31 de Dezembro de 2010. Más Info: http://www.movimentoartecontemporanea.com Luísa Nogueira é Licenciada em Pintura pela Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa e em Design de Interiores pelo IADE. Diplomada em Gravura pela Academie Royale des Beaux Arts, Bruxelas. De 1974/76 e 1979/80 foi Bolseira da Secretaria de Estado da Cultura, para estagiar em Bruxelas, onde frequenta os cursos de Cerâmica (Ecole d’Art d’Ixelles) e Gravura (Academie Royale des Beaux Arts), sob a orientação dos professores Claude Lyr, Emile Maens, Francis Brichet, Swyngedau e Jorge Meurant. Vive e trabalha em Lisboa http://www.luisanogueira.blogspot.com/ Curriculum Luísa Nogueira : Exposições Individuais 2006 MAC- Movimento Arte Contemporânea, (Lisboa, Portugal) 2005 Sala Damião de Góis, Embaixada de Portugal (Bruxelas, Bélgica) 2004 Centro Cultural da Câmara Municipal de Velas (S. Jorge – Açores) MAC- Movimento Arte Contemporânea, (Lisboa, Portugal) 2002 MAC- Movimento Arte Contemporânea, (Lisboa, Portugal) 2001 Maison Communale de Silly 2000 MAC- Movimento Arte Contemporânea, (Lisboa, Portugal) 1999 Sala Damião de Góis, Embaixada de Portugal (Bruxelas, Bélgica) 1998 Pátio Alfacinha, “Pintura”, (Lisboa, Portugal) 1997 MAC- Movimento Arte Contemporânea, “Grupumus”, (Lisboa, Portugal) 1996 Centro Cultural de Bruxelas – Espace St. Nicolas (Bruxelas, Bélgica) Espace Senghor (Bruxelas) 1995 Associação de Estudos e Defesa do Património Histórico-Cultural (Silves, Portugal) 1994 Sala Damião de Góis, Embaixada de Portugal (Bruxelas) Galeria Igrego (Lisboa, Portugal) 1992 Museu da Água (Lisboa, Portugal) Casa Museu Nogueira da Silva (Braga, Portugal) 1991 Galeria Soctip, Casino de Vilamoura (Vilamoura, […]

Oct 182010
 
Teresa Mendonça - Exposición de Pintura MAC Lisboa

curadoria de Álvaro Lobato de Faria director coordenador do MAC-Movimento Arte Contemporânea em parceria com as Oficinas de Formação de Animação Cultural da C.M. de Aljustrel Quem olha as áreas perdidas dos espaços esquecidos, no, figurar das formas e das cores, nos equilíbrios procurados, nas ondas de luz estruturadas entre limites configurados, na experiência lúdica de encontros furtivos entre complementares que se escoam em pinceladas firmes até atingir o fim de si próprias, encontra a pintura de Teresa Mendonça. Pintora de memórias estruturadas entre atlânticas visualizações paisagísticas e o reticulado urbanos das grandes metrópoles, o intimismo antigo dos espaços musicados onde as melodias se escoam e ecoam em telas de tons surdos onde uma ou outra estridência nos apela para o mundo onde a luz se encontra… Pintora de memórias estruturadas apela entre atlânticas visualizações paisagísticas e o reticulado urbanos das grandes metrópoles. Em algumas telas encontramo-nos perante o intimismo dos antigos espaços musicados onde as melodias se escoam e ecoam em planos de tons surdos onde uma ou outra estridência nos chama para o mundo onde a luz se encontra, ou encontramo-nos ainda nas sombras de uma casa, onde o fazer é o passar dos dias na nostalgia precisa de uma infância longínqua Noutras telas, e, num jogo plástico em que a forma é imposta pela incidência da cor, estaríamos perante a pintura de um eventual ”fauve”, ou, ainda de um suposto “orfista”. Não há um cinetismo na presença da cor. Há, sim, uma procura de equilíbrio dinâmico e estruturado através de formas intercincundantes, […]