web analytics
Sep 082007
 

AIP CINEMA, Portugal

Realiza-se na Escola Superior de Teatro e Cinema a inauguração da exposição de pintura “Ensaio sobre a Lucidez – Adágio”, do pintor Romeo Niram, que se vai realizar no próximo dia 4 de Dezembro, pelas 17h30, no foyer do Grande Auditório da ESTC.
A exposição organizada pela Escola Superior de Teatro e Cinema será a apresentação da terceira fase deste ciclo (depois das exposições “Genese” na Câmara Municipal de Lisboa, e “Evolução” no Café Cultural Cem Medos).
Este evento incluirá ainda a apresentação do último número da revista NIRAM ART, publicação de arte em 4 línguas, fundada pelo pintor Romeo Niram em Espanha.
Pelas 18h00m haverá uma conversa com o realizador Serge Tréfaut e a exibição do documentário: “Novos Lisboetas”.

“Ensaio sobre a Lucidez – Adagio”

A série de pinturas mais recentes do artista plástico Romeo Niram, intitulada “Ensaio sobre a Lucidez”, representa uma incursão complexa no mundo da arte. São abordadas várias formas de expressão artística, tão diferentes entre elas reunidas debaixo do pincel do pintor: a pintura, a literatura, a filosofia, a arquitectura, a cinematografia.
A peça central da exposição é o quadro “Ensaio sobre Manuel de Oliveira / Serge Tréfaut”, que evoca a figura do grande cineasta português Manuel de Oliveira e do realizador de documentários Serge Tréfaut. A relação entre o cinema e a pintura é bastante complexa e difícil, geradora de muitas opiniões contrárias. Muitos directores de filmes utilizam a arte da pintura nos seus filmes e a pintura já passou há muito tempo na película cinematográfica. O encontro no ecrã da pintura e do cinema trouxe riqueza e beleza aos filmes.
Romeo Niram explora esta relação entre as duas formas de arte de um modo diferente: desta vez, é a pintura que se inspira da cinematografia, utilizando elementos próprios do mundo do cinema para recriar ambientes dos filmes fantásticos.
A sua viagem pelo mundo da cultura não se limita apenas à pintura. Em 2004 fundou o primeiro jornal cultural bilingue de Portugal: Diáspora, cuja contribuição para a cultura lusófona foi evidenciada no Dicionário Temático da Lusofonía, Texto Editores. Em 2005 fundou a publicação La Ortodoxia Latina e a revista de arte Niram Art, publicação em espanhol, inglês, português e romeno.
A mensagem parece ser esta: não importa a forma de expressão que o homem escolhe, o que importa é a Arte e a sua universalidade. O Homem, perdido no labirinto da vida (evocado nas telas pelas paredes incandescentes, ou os ricos detalhes arquitectónicos) encontra o seu refúgio de água azul e refrescante nas páginas de um livro, nos versos de uma poesia ou, numa visão moderna, no decorrer de um filme.
Afinal, como dizia Fernando Pessoa “a finalidade da arte é elevar.”